arte na periferia: TODA DE COR

2 de agosto de 2010

TODA DE COR








tenha a senha
que acessa
a sanha
quente 
que envolve
a gente

renove seu sentido
ponha seu melhor vestido
vou tira-lo no intervalo
das palavras 
que falo
ereto
quando de ti 
fico perto

decerto a sorte
foi lançada
de ti
não escondo
nada
querida amiga
amada
faça manha
tenha a senha


O AUGUSTO

Nenhum comentário:

RECOMENDAR