arte na periferia: Mostra no CINUSP revela o cinema feito na periferia

1 de outubro de 2012

Mostra no CINUSP revela o cinema feito na periferia

em cartaz de 1º a 5 de outubro, 1ª MOSTRA DE CINEMA DA QUEBRADA NO CINUSP conta com a pré-estreia do filme 5x Pacificação, que aborda a ação da UPPs do ponto de vista de moradores de comunidades do Rio de Janeiro
Entre 1º e 5 de outubro, o CINUSP Paulo Emílio promove a 1ª MOSTRA DE CINEMA DA QUEBRADA NO CINUSP, reunindo 22 produções, entre curtas e longas-metragens, que têm como cenário a periferia de grandes cidades brasileiras, protagonizadas e realizadas por pessoas que também vivem nessas áreas. Trata-se de um recorte que busca atestar a diversidade e a qualidade da produção audiovisual independente produzida por artistas e coletivos periféricos, que conquistaram o espaço e os meios para retratar por conta própria a realidade em que vivem e agora caminham a passos largos para inserir esta produção também nos canais de difusão audiovisual tradicionais.

Ao trazer essa produção para a universidade, o CINUSP pretende estimular a colaboração entre realizadores universitários e não-universitários. A mostra dá continuidade a outras aproximações realizadas no âmbito da Escola de Comunicações e Artes e de outras unidades da USP no bojo de projetos de pesquisa. Definido pelo cineasta Renato Candido, mestre pela ECA-USP, em conjunto com a equipe do CINUSP, o recorte desta primeira edição da mostra privilegia, embora não de forma exclusiva, produções que, de uma maneira ou de outra, conquistaram financiamentos em editais e atingiram níveis profissionais de realização. A mostra contempla filmes de diversas partes do país, mas o eixo Rio-São Paulo é preponderante, o que permite um contraste intrigante entre as produções das duas maiores cidades brasileiras. A idéia é de que, no futuro, outras mostras possam contemplar outros recortes.
Dentre os filmes selecionados para esta primeira edição está o ainda inédito 5x Pacificação, sobre a ação do Estado nas favelas e morros do Rio de Janeiro, que ganha uma exibição em pré-estreia no CINUSP no dia 04 de outubro, quinta-feira, às 19h, em sessão seguida de debate com os seus realizadores. O documentário, previsto para estrear no circuito comercial de cinemas em 16 de novembro, é dirigido pelos mesmos responsáveis por 5x Favela – Agora Por Nós Mesmos, filme composto por cinco episódios dirigidos por moradores de favelas do Rio de Janeiro, que retomou a estrutura e ambientação do clássico Cinco Vezes Favela, realizado em 1962 por Miguel Borges, Joaquim Pedro de Andrade, Carlos Diegues, Marcos Farias e Leon Hirszman. A estrutura se mantém agora neste 5x Pacificação, com episódios dirigidos por Cadu Barcellos (Morro), Rodrigo Felha (Polícia), Luciano Vidigal (Bandidos) e Wagner Novais (Asfalto), todos “revelados” em 5x Favela – Agora Por Nós Mesmos, além de Complexo, episódio que teve direção coletiva dos quatro envolvidos e trata de uma avaliação dos diretores a respeito da ocupação do Complexo do Alemão e da Rocinha, ocorrida durante a produção do filme.
Além da préestreia de 5x Pacificação, outras duas sessões da mostra contam com mesas de debate: a primeira, na segunda-feira, dia 1º de outubro, às 19h, discute a questão “Identidade ou Gueto?”; a segunda, na terça-feira, dia 2, também às 19h, tem como tema “Viabilizando Projetos: Editais, Parcerias e Serviços”. Ambos debates acontecem após sessões de curtas-metragens selecionados para a mostra, que foram agrupados em 4 programas: FICÇÕES 1, FICÇÕES 2, DOCUMENTÁRIOS e EXPERIMENTAIS. A programação da mostra se completa com outros dois longas-metragens: o documentário Copa Vidigal, sobre um campeonato de futebol organizado em 1997 como resposta à violência do Morro do Vidigal, no Rio de Janeiro, e o drama Bróder, realizado por Jeferson De no Capão Redondo, periferia da Zona Sul de São Paulo, que chegou a estrear em circuito comercial e conta em seu elenco com nomes consagrados como Caio Blat, Cassia Kiss e Jonathan Haagensen (Cidade de Deus).

PROGRAMAÇÃO:

01/10 | segunda
16h00   DOCUMENTÁRIOS | NOTA DE CORTE | CURTA SARAUS | IMAGENS PERI-FÉRICAS | SAMBA DE CURURUQUARA
19h00   APRESENTAÇÃO DE ESTHER HAMBURGER | EXPERIMENTAIS | DEFINA-SE | POEIRA | A GREVE | AMANHÃ TALVEZ | TELE-VISÕES | CIDADE CINZA | DEBATE IDENTIDADE OU GUETO? COM RENATO CANDIDO, ROGÉRIO PIXOTE, ÉDER AUGUSTO DOS SANTOS E ROSE SATIKO GITIRANA HIKIJI

02/10 | terça
16h00   5X FAVELA – AGORA POR NÓS MESMOS
19h00   FICÇÕES 1 | PICOLÉ, PINTINHO E PIPA | A DISTRAÇÃO DE IVAN | JENNIFER |        DEBATE VIABILIZANDO PROJETOS: EDITAIS, PARCERIAS E SERVIÇOS COM VANIA SILVA, VIVIANE FERREIRA, WAGNER NOVAIS E GIL MARÇAL

03/10 | quarta
16h00   COPA VIDIGAL
19h00   BRÓDER

04/10 | quinta
16h00   5X FAVELA – AGORA POR NÓS MESMOS
19h00   PRÉ-ESTREIA | 5X PACIFICAÇÃO | APRESENTAÇÃO DE ESTHER HAMBURGER | DEBATE COM OS REALIZADORES

05/10 | sexta
16h00   FICÇÕES 2 | 7 MINUTOS | O ÚLTIMO DA FILA | TEMPO DE CRIANÇA | NEGUINHO E KIKA | ALÉM DA RUA
19h00   COPA VIDIGAL


FILMES:

5x Favela – Agora Por Nós Mesmos
Brasil, RJ, 2010, cor, 35mm, 96’
exibição em 35mm
direção: Rodrigo Felha, Luciano Vidigal, Wagner Novais, Cadu Barcellos, Cacau Amaral, Luciana Bezerra e Manaira Carneiro
elenco: Ruy Guerra, Hugo Carvana, Flávio Bauraqui, Silvio Guindane, Gregório Duvivier
sinopse: Em 1962, cinco jovens cineastas de classe média, oriundos do movimento estudantil universitário, realizaram nos morros do Rio de Janeiro o agora clássico Cinco Vezes Favela. Passados 50 anos, este novo longa-metragem, produzido por Carlos Diegues, um dos idealizadores daquele filme, reúne agora sete jovens cineastas moradores de favelas do Rio de Janeiro, que revelam diferentes aspectos da vida em suas comunidades por meio dos cinco episódios que compõem o longa: Arroz com Feijão, Deixa Voar, Acende a Luz, Fonte de Renda e Concerto para Violino.
classificação indicativa: 14 anos
02.10 ter 16h00 | 04.10 qui 16h00

Bróder
Brasil, SP, 2011, cor, 35mm, 93’
exibição em 35mm
direção: Jeferson De
elenco: Caio Blat, Jonathan Haagensen, Sílvio Guindane, Cassia Kiss
sinopse: Capão Redondo, bairro de São Paulo. Macu, Jaiminho e Pibe são amigos desde a infância e seguiram caminhos distintos ao crescer. Uma festa surpresa organizada por dona Sônia, mãe de Macu, faz com que os três amigos se reencontrem. Em meio à alegria pelo reencontro, a sombra do mundo do crime ameaça a amizade do trio.
classificação indicativa: 14 anos
03.10 qua 19h00

Copa Vidigal
Brasil, RJ, 2010, cor, vídeo digital, 75’
exibição digital
direção: Luciano Vidigal
sinopse: Em 1997, o Morro do Vidigal, no Rio de Janeiro, vivia em clima de guerra devido às constantes disputas entre os traficantes de droga locais e os da favela da Rocinha. Os tiroteios quase diários não permitiam muitas oportunidades de diversão aos habitantes do morro. Foi então que Cypa, professor e líder comunitário, teve a ideia de organizar um campeonato de futebol com equipes de várias favelas, procurando assim estabelecer um clima de paz. O documentário de Luciano Vidigal reconta esta história.
classificação indicativa: livre
03.10 qua 16h00 | 05.10 sex 19h00


PRÉ-ESTREIA

5X Pacificação
Brasil, RJ, 2012, cor, 35mm, 82’
exibição em 35mm
direção: Rodrigo Felha, Luciano Vidigal, Wagner Novais e Cadu Barcellos
sinopse: Documentário que retrata, por meio de depoimentos de moradores das comunidades, vizinhos, polícia e bandidos, como estão sendo vistas as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) instaladas pelo Estado nos morros e favelas da cidade do Rio de Janeiro. A produção de Carlos Diegues e Renata de Almeida Magalhães retoma a parceria com quatro dos sete cineastas que haviam trabalhado com eles em 5x Favela – Agora Por Nós Mesmos. O documentário é dividido em cinco temas ou blocos: Morro, dirigido por Cadu Barcellos; Polícia, de Rodrigo Felha; Bandidos, de Luciano Vidigal; Asfalto, de Wagner Novais; e Complexo, cuja direção é assinada por todos os quatro, coletivamente.
classificação indicativa: 10 anos
04.10 qui 19h00 | sessão seguida de debate com os realizadores


PROGRAMA DOCUMENTÁRIOS
classificação indicativa: Livre
01.10 seg 16h00

Curta Saraus
Brasil, SP, 2010, cor, vídeo digital, 15’
exibição digital
direção: David Alves da Silva
sinopse: Documentário que apresenta um panorama dos saraus realizados nas periferias de São Paulo. O filme tem como proposta apresentar novos artistas que surgem nas periferias, pondo em debate aspectos sobre cultura e o poder de transformação social que pode ter a arte.

Imagens Peri-féricas
Brasil, SP, 2009, cor, vídeo digital, 21’
exibição digital
direção: Fábrica de Gênios
sinopse: Em 2007, artistas e agitadores culturais da Zona Norte de São Paulo formaram um coletivo para ocupar, com o audiovisual, ruas, escadões, becos e vielas do distrito de Vila Nova Cachoeirinha, onde estão localizados vários bairros que levam o mesmo nome: Peri. Imagens Peri-féricas é o registro do projeto do coletivo Fábrica de Gênios, realizado em 2009, que produziu vídeos distribuídos e exibidos no circuito itinerante da Zona Norte paulistana.

Nota de Corte
Brasil, SP, 2011, cor, vídeo digital, 17’
exibição digital
direção: Bruno Bralfperr
sinopse: Investigação sobre a dificuldade de acesso das classes mais baixas à universidade pública, com participação de especialistas no assunto, como os jornalistas Gilberto Dimenstein e Anna Penido, entre outros.

Samba do Cururuquara
Brasil, SP, 2012, cor, vídeo digital, 40’
exibição digital
direção: Renato Candido
sinopse: Um retrato da Festa do Cururuquara, realizada na cidade de Santana de Parnaíba desde 13 de maio de 1888 em comemoração à abolição da escravatura. Desde então, todos os anos na semana desta data, os ex-escravos – e, posteriormente, os descendentes dos antigos escravos – promovem uma grande festa, com a realização de procissões e a apresentação de samba de bumbo para celebrar o acontecimento.


PROGRAMA EXPERIMENTAIS
classificação indicativa: Livre
01.10 seg 19h00 | sessão seguida de debate

Amanhã Talvez
Brasil, SP, 2009, cor, vídeo digital, 15’
exibição digital
direção: Rogério Pixote
elenco: Tatiana Godói, Sérgio Carozzi, Evânio Teles
sinopse: Manoel e sua vida, seu cotidiano. Bebida, controle remoto, controle remoto, bebida, boteco. Às vezes, a mulher, às vezes, os filhos. Controle remoto, bebida, TV, um anjo. Um anjo e a vida de Manoel. Baseado no conto homônimo de Sergio Vaz.

Cidade Cinza
Brasil, MG, 2007, cor, vídeo digital, 16’
exibição digital
direção: Flávia Peret
elenco: Warley Mosquito
sinopse: Um filme que nasce do desejo de experimentar as possibilidades visuais e sonoras da cidade, contrapondo a essas imagens, às vezes duras e poluídas, a poesia cotidiana.

Defina-se
Brasil, SP, 2002, cor, vídeo digital, 5’
exibição digital
direção: Daniel Hilário, Claúdio N. de Souza e Kelly Regina Alvez
sinopse: Manifesto audiovisual sobre a trajetória dos negros no Brasil, da senzala à periferia da cidade grande.

A Greve
Brasil, SP, 2012, cor, vídeo digital, 10’
exibição digital
direção: David Alves e Alisson da Paz
sinopse: Baseando-se no clássico homônimo de Sergei Eisenstein, os cineastas desenvolveram este curta-metragem a partir de cinco painéis grafitados pelo artista Beto Silva, que ilustram cenas da opressão operária de 1912, refletindo o desespero humano presente em muitas cenas da nossa história.

Poeira
Brasil, SP, 2007, cor, vídeo digital, 5’
exibição digital
direção: David Alves da Silva
sinopse: Utilizando-se apenas de uma imagem como suporte, o filme retrata o conflito entre garimpeiros e policiais em Serra Pelada, no Estado do Pará.

Tele-visões
Brasil, SP, 2002, cor, vídeo digital, 15’
exibição digital
direção: Luciano Oliveira
sinopse: Uma abordagem experimental da relação que algumas pessoas têm com a televisão.


PROGRAMA FICÇÕES 1
classificação indicativa: 12 anos
02.10 ter 19h00 | sessão seguida de debate

A Distração de Ivan
Brasil, RJ, 2009, cor, vídeo digital, 16’
exibição digital
direção: Cavi Borges e Gustavo Melo
elenco: André Gonçalves, Jhonatan Azevedo, Luciano Vidigal, Marcelo Melo Jr., Mirian Pérsia
sinopse: Ivan é um menino de 11 anos que vive com a avó no subúrbio do Rio de Janeiro. Em meio ao seu cotidiano de brincadeiras e de brigas com os amigos, ele vai amadurecer.

Jennifer
Brasil, SP, 2011, cor, vídeo digital, 29’
exibição digital
direção: Renato Candido
elenco: Juliana Valente, Gabriela Balmant, Ian Felipe, Victor Sparapane
sinopse: Jennifer, uma garota de 17 anos, moradora da Vila Nova Cachoeirinha, manipula suas fotos no Photoshop para ficar mais clara e com os cabelos lisos. Ao se tornar adulta, ela vive dilemas relativos à sua identidade numa sociedade que sempre rejeita os signos da negritude.

Picolé, Pintinho e Pipa
Brasil, RJ, 2007, cor, vídeo digital, 14’
exibição digital
direção: Gustavo Melo
elenco: Henrique César, Ana Miranda, Xande Alves, Luis Otávio, Chico Santana
sinopse: O carro do troca-troca está passando na sua rua: garrafa velha, bacia velha, garrafão de vinho vazio, motor de geladeira. O moço troca por picolé, pintinho e pipa.


PROGRAMA FICÇÕES 2
classificação indicativa: 16 anos
05.10 sex 16h00

7 Minutos
Brasil, RJ, 2007, cor, vídeo digital, 7’
exibição digital
direção: Cavi Borges, Julio Pecly e Paulo Silva
elenco: Ana Paula Rocha, Isabel Rodrigues, Luciano Vidigal, Marcelo Mello Jr., Marília Coelho
sinopse: Plano-sequência que mostra o acerto de contas entre dois traficantes.

Além da Rua
Brasil, CE, 2010, cor, vídeo digital, 20’
exibição digital
direção: Natália Viana
elenco: Cauã, Gabriel, Leo, Levi, Cesar Mota
sinopse: Após pegar escondida uma câmera fotográfica de seu pai, Leo e seus amigos brincam vivenciando os espaços de Otávio Bonfim, bairro de classe média baixa de Fortaleza onde moram, passeando pelos lugares por eles já conhecidos e descobrindo outros.

Neguinho e Kika
Brasil, 2005, cor, vídeo digital, 18’
exibição digital
direção: Luciano Vidigal
elenco: Adriano Vidigal, Babu Santana, Jessica Thamires, Rose Haangesen
sinopse: Neguinho tem 13 anos e Kika, 14. Dois personagens que estão descobrindo o primeiro amor, vivendo uma história de esperança em uma favela do Rio de Janeiro. Kika, uma adolescente romântica, tem um sonho. Certo dia, ela o realiza, mas o destino trata de lhe trazer uma surpresa.

Tempo de Criança
Brasil, RJ, 2010, cor, vídeo digital, 12’
exibição digital
direção: Wagner Novais
elenco: Ketellen Coutinho, Luciana Bezerra, Manoela Rosa, Pablo Vinícius, Roberta Valente
sinopse: Uma construção dramática e poética sobre o cotidiano de uma menina que tem que ser grande quando a mãe não está em casa.

O Último da Fila
Brasil, SP, 2003, cor, vídeo digital, 10’
exibição digital
direção: Éder Augusto dos Santos e Rodrigo Valadares
elenco: Aldo Bueno, Monika Plöger, Thiery Maciel, Marilze dos Santos
sinopse: Um conto fantástico sobre a família de um rapaz que busca uma vaga de emprego como gari. Baseado em um acontecimento real ocorrido no Rio de Janeiro, onde uma seleção para garis terminou em confusão.


MESAS DE DEBATE:

MESA 1 – Identidade ou Gueto?
Como lidar com a identidade audiovisual de periferia e não construir o “lugar periférico” na conquista de editais e financiamentos, ou mesmo em seus temas e estéticas abordadas?
debatedores:
Renato Candido – cineasta, bacharel em Audiovisual e mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP
Rogério Pixote – cineasta, bacharel em Multimeios pela PUC-SP, membro do CineBecos
Éder Augusto dos Santos – cineasta, co-diretor do curta-metragem Um Táxi Para o Devaneio e diretor do curta O Último da Fila.
mediadora:
Rose Satiko Gitirana Hikiji – professora do Departamento de Antropologia da FFLCH-USP
01.10 seg 19h00 | após a sessão EXPERIMENTAIS

MESA 02 – Viabilizando Projetos: Editais, Parcerias e Serviços
A compreensão das diversas pontes possíveis para a produção e exibição da produção audiovisual popular e periférica, levando em conta sua viabilização por editais, parcerias com ONG's ou sistema “S” e por demandas do mercado audiovisual.
debatedores:
Vania Silva – produtora audiovisual, secretária geral da Kinoforum e integrante do MUCCA
Viviane Ferreira (a confirmar) – cineasta, graduanda em Direito pela UNIP e proprietária da Odun Formação e Produção LTDA.
Wagner Novais – cineasta, co-diretor de 5x Favela – Agora Por Nós Mesmos e 5x Pacificação
mediador:
Gil Marçal – coordenador do VAI (Programa para Valorização de Iniciativas Culturais da Prefeitura de São Paulo)
02.10 ter 19h00 | após a sessão FICÇÕES 1


Um comentário:

Anônimo disse...

[p]I would wear UGGs, sweat pants [url=http://www.newcheapuggbootsau.co.uk]cheap ugg boots sale[/url] including a North Face jacket . Related Articles - UGG, Shoes, Email this Article to a Friend! Receive Articles like this one direct to your email box!Subscribe for free today! . When such [url=http://www.newcheapuggbootsau.co.uk]chestnut ugg boots[/url] a very appreciated color encounters classic ugg styles, a blockbuster pops out in the fashion crowd . For each bloody straight men, wearing snow boots is really somewhat difficult to accept, prefer frozen toes, they wouldn't be considered "too mother . The boots should not be too tight causing the little [url=http://www.newcheapuggbootsau.co.uk]new ugg boots[/url] tootsies not move freely inside the boots . No description If you want to belong to UGG Boots Women's Predator X Fg Soccer Cleat , there are some information you have to know before making a decision to buy it . Ugg, a legendary brand, The one first saw Ugg snow boots will not like Ugg simple-minded cartoon appearance ,but does such these boots,swept the European and American earth, because of many European [url=http://www.newcheapuggbootsau.co.uk]ugg boots australia[/url] and American stars Street pats have sufficient terengganu uggs leather boots pretty appearance and Ugg sweep of popular wind continues to explode . Y o u c o u l d t r u l y f e e l t h e u p m o s t c o n v e n i e n c e i n e a c h o f t h e u g g b o o t s [url=http://www.newcheapuggbootsau.co.uk]cheap ugg boots[/url] c l e a r a n c e f o o t w e a r.[/p]

RECOMENDAR