arte na periferia: Poesia nossa de cada dia!

1 de setembro de 2006

Poesia nossa de cada dia!

ORQUESTRANDO

Desliza-se nas teclas
O som da sinfonia
Que o piano em maestria Anuncia...

Na entoada
O Maestro da casa
Surge orquestrando
Vai pintando no vento
A Harmonia e o momento.

Ela nasce em Capela
Onde se ouve o canto
Que como a chama da vela
Nascente e bela
Revai - se ao novo
Ao encanto.

Anunssoviando o sopro
No Sax.... que exala,
Na ascendência da escala... cala!,
No suspiro da Platéia
Uma nota que resvala.

A Poesia Lhe Vos fala
Em melodia!
Em canto de fada
Que afina o Violino
E acalma Bossa alma

Cria-se um encontro
No infinito de um Rito
Que vai se Orquestrando
Rangendo o pranto
Em encanto

David Vidad

Nenhum comentário:

RECOMENDAR