arte na periferia: Saraus Literários - da Periferia para o Centro 18/11/09

13 de novembro de 2009

Saraus Literários - da Periferia para o Centro 18/11/09


www.pontosdepoesia.blogspot.com

18/11 – quarta – 19h
II Encontro com A Poesia Urbana
Saraus Literários – da Periferia para o Centro



O objetivo é conhecer a produção de saraus organizados em vários pontos da cidade de São Paulo e discutir a importância da manifestação dos artistas da periferia, mostrando que ela tem voz e que essa voz também é poética. Para conhecê-la e reconhecê-la como uma autêntica manifestação literária nacional, é preciso não apenas ir à periferia, como também trazer a periferia para o centro.



Poetas e Participantes:
  Allan da Rosa

Allan da Rosa é poeta e dramaturgo. Historiador e arte-educador em cultura africana e afro-brasileira. Um dos pioneiros no movimento de literatura periférica contemporânea. Organizador do selo independente "Edições Toró" e integrante do grupo de Capoeira Angola Irmãos Guerreiros, em Taboão da Serra/SP. Autor de "Vão" (poesia, 2005), "Da Cabula-istoria pa tiatru" (dramaturgia, 2006), "Morada" (fotografia, ensaio e poesia, com Guma, 2007) e "Zagaia" (romance versado, juvenil, 2008) e participante de várias antologias e coletâneas.



  Robson Padial (Binho)

O ponto de leitura Bar do Binho existe desde 1997, promovendo encontros eventuais ligados à literatura cujo objetivo é a inclusão de crianças, jovens e adultos, incitando-os à iniciação e à prática do ato da leitura e da composição de textos. Em março de 1999, Robison Padial lançou seu primeiro livro, "Postesia", e passou a reunir poetas e declamadores da comunidade de Campo Limpo, região sul de São Paulo, em um evento que se repete toda segunda-feira, com a participação de cerca de cem pessoas, e que ficou conhecido como Sarau do Binho.



  Marcelino Feire

Marcelino Freire nasceu em 1967, em Sertânia, PE. Vive em São Paulo desde 1991. É um dos principais nomes (e divulgadores) da nova geração de escritores brasileiros, designada "Geração 90". Escreveu, entre outros, "Contos Negreiros" (Prêmio Jabuti 2006) e "RASIF - Mar que Arrebenta", ambos publicados pela Editora Record. Vários de seus contos foram adaptados para teatro e traduzidos para outros países. Em 2004, idealizou e organizou a antologia "Os Cem Menores Contos Brasileiros do Século" (Ateliê Editorial). É o criador da Balada Literária, evento que, desde 2006, reúne anualmente quase uma centena de escritores, nacionais e internacionais, no bairro paulistano de Vila Madalena. Mantém o blog eraOdito (www.eraodito.blogspot.com), apontado em recente pesquisa da revista "Bula", como um dos 20 blogs mais influentes da rede.



.  Marcelo Tápia

Marcelo Tápia (Tietê, SP, 1954) é poeta, tradutor e professor. Publicou, entre outros, os livros "Primitipo" (1982), "O bagatelista" (1985), "Rótulo" (1990), "Livro aberto" (1992), "Pedra volátil" (1996), "A forja – alguma poesia irlandesa contemporânea" (tradução, 2003), "Lumes – antologia de haikais de Pedro Xisto' (apresentação, organização e notas, 2008) e "Os passos perdidos", de Alejo Carpentier (tradução, 2008). Tem publicado poemas e artigos em diversos periódicos, como "Cadernos de literatura em tradução" (da FFLCH-USP), "Cult', "Coyote", "Zunái", "Errática" e "Et Cetera"; é editor da revista on-line de literatura "Mnemozine'. Graduado em Português e Grego pela FFLCH-USP, realizou estudos de pós-graduação em Semiótica, Linguística, Letras Clássicas, Teoria da Tradução e Teoria Literária. É diretor do museu Casa Guilherme de Almeida, em São Paulo, no qual organiza um Centro de Estudos de Tradução Literária.



Moderador:
  Rui Mascarenhas
Rui Mascarenhas (Salvador, 1962). Poeta, fotógrafo e agitador cultural; coordenador de eventos junto à Poiesis (http://www.poiesis.org.br), onde trabalha em projetos de aproximação e incentivo à leitura, como Pontos de Poesia; PraLer no Centro; PraLer Ampliando Horizontes da Cidadania; Sarau São Paulo e Sarau do Metrô, em São Paulo. Autor do livro "MEIOHOMEM - Eternidade, meu canto que fica!" (2007). Em 2008, participou da I Bienal de Poesia Internacional de Brasília, tendo alguns de seus poemas publicados na antologia "Poemário", editada pela Biblioteca Nacional de Brasília (2008); "Santo Largo Treze" (2008, Dix Editorial – Annablume); e "Revista Não Funciona" (2008). Escreve nos blogs: www.meiohomem.blogspot.com  e www.pontosdepoesia.blogspot.com



Direção e Coordenação do Evento:
Maurício Pedro da Silva
Professor de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira no Centro Universitário Nove de Julho (Uninove), em São Paulo, com doutorado e pós-doutorado em Letras Clássicas e Vernáculas pela Universidade de São Paulo; membro da American Association of Teachers of Spanish and Portuguese (University of Northern Colorado), da Brazilian Studies Association (University of New Mexico), da Modern Language Association (New York) e outras associações nacionais e estrangeiras; autor dos livros: "O Pensamento Dominado. Estrutura e Prática do Texto Dissertativo" (Plêiade, São Paulo, 1998), "Sentidos Secretos. Ensaios de Literatura Brasileira" (Altana, São Paulo, 2005) e "A Hélade e o Subúrbio. Confrontos Literários na Belle Époque Carioca" (São Paulo, Edusp, 2006).

Murilo Jardelino da Costa
Mestre em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco, pós-graduado no Sonderprogramm für Lateinamerikanische Germanisten na Albert-Ludwigs-Üniversität Freiburg, especialista pelo Referendariat für Absolventen der Germanistik no Instituto Pedagógico Brasil-Alemanha e bacharel em Letras pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professor do Centro Universitário Nove de Julho e da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São Bernardo. Tem experiência na área de ensino e aprendizagem de língua, com interesse nos seguintes temas: Formação de professores, Estratégias de ensino-aprendizagem, Estratégias de comunicação, Estratégias de compreensão, Pedagogia empírica e pesquisa em sala de aula.

Rita de Cássia Olivério Couto
Bacharel em Língua e Literatura Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica, de São Paulo. Mestre em Semiótica das Literaturas pela mesma universidade, exerce, atualmente, a docência superior como professora do Centro Universitário Nove de Julho (São Paulo), tanto em nível de graduação como de pós-graduação lato sensu. Coordena, na mesma instituição, o Projeto Sementeira, voltado para o desenvolvimento da leitura e a divulgação da literatura infantojuvenil. Faz parte do grupo de estudos Linguística e Literatura: Teoria e Práticas Discursivas, certificado pelo CNPq. 





Serviço:
18/11 – quarta-feira – 19h
Biblioteca Latino-americana Victor Civita
Memorial da América Latina - Portão 06
Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664
Barra Funda - São Paulo SP



Promoção:

Divisão de Produção de Eventos - CBEAL
Centro Brasileiro de Estudos da América Latina
Fundação Memorial da América Latina
Tel. (55-11) 3823-4780 / Fax. (55-11) 3823-4798


Apoio:
POIESIS - Organização Social de Cultura
Programa "São Paulo: Um Estado de Leitores"
http://www.poiesis.org.br
11 3331-5549  9225-2580 

Nenhum comentário:

RECOMENDAR