arte na periferia: PARTIDO DO BAR (plataforma da Cooperifa)

14 de abril de 2010

PARTIDO DO BAR (plataforma da Cooperifa)



Nessa próxima eleição
eu vou é me candidatar.
Presidente desta nação
eu quero me transformar.
Já fiz minha filiação
junto ao Partido do BAR.

Vocês estão dando risada
mas o baguio é muito sério.
Já tem firma registrada,
tem sede e até ministério.
Da onde vai vir a bolada
ainda é o grande mistério.

O Partido do BAR foi formado
por meia dúzia de vagabundo.
Brasileiros Artistas Revoltados
é coisa que mais tem no mundo.
Só que estando organizados
podemos ir bem mais a fundo.

E você quer coisa mais funda
que o Palácio da Alvorada?
Ali de segunda a segunda
planejam nossa derrocada.
E é na nossa cacunda
que cai essa papagaiada.

Agora eu venho aqui
pedir o voto de vocês
E se vocês consentir
garanto que todo mês
eu irei distribuir
queijo e vinho francês.

Prometo que no meu mandato
também será garantido
muita comida no prato
e milhões de prezares sortidos.
Criarei um aparato
pra tudo ser mais divertido.

A vida do brasileiro
vai ter mudança radical.
Vou distribuir dinheiro
e chester quando for Natal.
E viagens para o estrangeiro
quando for o Carnaval.

Para todo coração solitário
arrumarei namorada.
E só preencher o formulário
do "Bolsa Furunfada".
Somente quem for otário
não vai entrar na parada.

Minha campanha é legal.
E sei que esta no caminho.
E pro povo aqui do sarau
também serei bem bonzinho.
Vou distribuir pro pessoal
o vale-escondidinho.

A miséria dessa nação
eu vou acabar rapidinho.
Vou pedir a reapropriação
da fortuna dos Marinho.
Da Xuxa, do Huck, Faustão
do Gugu e do Xitãozinho.

E de outros desgraçados
que estão com o burro na sombra.
E nó, Artistas Revoltados,
só vivemos tomando na lomba.
Meu ministério formado
irá por fim nessa lombra.

Pra ministro da saúde
vou chamar o Luiz Henrique.
Na cultura o Wesley Nóog
e espero que ninguém me critique...
Na Fazenda, Sérgio Vaz,
fará com que todos enriquem.

Pra ministro dos esportes
escalarei o Marcos Pezão.
Pra mim será muita sorte
se aceitar a convocação
para a pasta do turismo
o meu amigo Lobão.

Pra ministro do trabalho
eu vou chamar o Casulo.
Pois ele é um cabra direito
e não é de dar furo.
Minha equipe é mil grau
e não fica em cima do muro.

Meu tempo tá acabando
mas fica aqui a proposta.
Eu me tornado presidente
todos terão o que gosta.
E junto com o Partido Do BAR
tiraremos o Brasil dessa bosta!

Falou o poeta fuleiro
que quer virar presidente.
Nunca fui metalúrgico ou torneiro,
mas conheço bem nossa gente.
E de Janeiro a Janeiro
tô no BAR tomando umas quente.

O Augusto

Um comentário:

JC Sena disse...

Tô nessa pra vice!!

RECOMENDAR